domingo, 17 de março de 2013

Capitulo XIV

Manuela : não o esperava tão cedo sen ... -quando Manuela ouviu um carro entrar na garagem achou entranho, Zac nao costumava vir almoçar a casa, e quando vinha avisava sempre. Quando ouviu a porta abrir falou ainda da cozinha sem nem imaginar que Zac vinha acompanhado- menina Vanessa. -falou admirada, nao a esperava ver em casa- sente-se bem? -perguntou quando viu os olhos da morena vermelhos e inchados. Tinha estado a chorar.-
Zac : prepara alguma coisa para comermos Manuela, ainda nao almoçamos. -mesmo depois de entrarem em casa Zac nao largou a mão de Vanessa, apertava-a contra a sua com certa força- Servi-nos na sala, por favor.
Manuela : sim, com licença senhor. -mesmo sem a resposta á pergunta que fez Manuela saiu para a cozinha deixando Zac e Vanessa sozinhos-
Vanessa : nao tenho fome. -disse depois de Manuela sair- quero ir para casa.
Zac : primeiro vais comer, com ou sem fome, segundo tu estas em casa. -Zac puxou Vanessa e fê-la sentar no sofá-
Vanessa : minha casa, eu quero ir pare minha casa! -disse soltando o ar que estava preso nos seus pulmões-
Zac : tu sentes-te melhor aqui do que em tua casa. -Vanessa nao podia contrapor, era a maior das verdades. Sentia-se sempre melhor desde que Zac estivesse consigo.-
Vanessa : só porque tu estas comigo. -Zac olha-a- eu sinto-me sempre melhor desde que tu estejas comigo Zac.
Zac : vais comer e depois vais dormir. -Zac preferiu ignorar o que Vanessa tinha dito- hoje nao voltas ao FBI e amanha logo se vê. -Vanessa concordou, porque é que ele continuava a ignorar o sentimento dela e depois fazia isto, tratava dela?-
Vanessa : tenho de ir para casa preparar-me para o jantar com o Josh, ele vai buscar-me as 21:00.
Zac : tu nao vais e esse jantar. -disse calmo-
Vanessa : eu vou. -disse- eu disse que ia, ele vai contar-me alguma coisa em troca, eu tenho de ir.
Zac : nao me interessa o que ele te vai dizer, tu nao vais a esse jantar. -Zac estava irredutível- nao estas em condições para isso Vanessa, o Josh ia aproveitar-se de ti.
Vanessa : eu sei cuidar de mim. -la no fundo Vanessa gostava que Zac se preocupa-se. Pelo menos ele gostava de si, nao gostava?-
Zac : eu nunca disse que nao, mas hoje nao vais e esse jantar, eu nao vou deixar.
Vanessa : eu tenho de ir! -insistiu-
Zac : eu falo com o Josh, ele vai entender. -disse irónico-
Vanessa : nao te interessa se ele entende ou nao. -disse com um sorriso irónico estampado nos lábios- para ti só tem valor aquilo que tu queres.
Zac : e agora eu quero que tu deixes de ser casmurras e faças o que te estou a dizer. Custa-te assim tanto adiar essa porcaria de jantar para amanha? -perguntou tentando nao elevar o tom de voz-
Vanessa : quem me garante que amanha o Josh vai querer? -gritou- eu quero resolver esta merda de caso o mais rápido que conseguir, eu preciso de o resolver para poder seguir com a minha vida, nao entendes isso?
Zac : o Josh amanha vai jantar contigo, tens a minha palavra. -garantiu- depois quero que me dês fios de cabelo teus.
Vanessa : vais fazer o exame de ADN? -Zac balança a cabeça confirmando- como vais conseguir uma amostra de ADN dele?
Zac : nao sei, mas vou conseguir, seja de que forma for. -Zac realmente nao sabia como conseguir uma amostra de ADN de Joseph, mas precisava de saber se aquela historia era verdadeira ou nao-
Manuela : com licença senhor. -disse antes de entrar na sala- nao é nada muito elaborado, mas foi o melhor que consegui para ser rápido.
Zac : esta óptimo Manuela. -sorri- obrigado. -Manuela pousou os pratos em frente de Zac e Vanessa e saiu da sala deixando-os novamente sozinhos-


Jack : detective particular?

Xx : foi o que consegui descobrir senhor, o Efron e a senhora Vanessa foram ter com ele á apenas algumas horas. -informou-
Jack : para onde foram depois? -perguntou intrigado-
Xx : bom aconteceu uma coisa que achei estranha. -disse com cuidado- neste momentos eles estão na casa do Efron, mas no caminho para lá eles pararam na estrada, o Efron encostou e a única coisa que consegui ver foi a senhora Vanessa passar para o colo dele. -disse temendo a reacção do seu chefe- ficaram cerca de meia hora dentro do carro assim, abraçados e só depois retomaram a viagem para casa dele.
Jack : sai! -mandou demonstrando uma feição facial estranha- quero alguém a vigia-los 24 sobre 24 horas, quero saber tudo que eles façam ate ao mais insignificante pormenor, fui claro?
Xx : claro senhor, irei já tratar disso. -sem nem esperar uma ordem para sair o homem de cabeça raspada e pele negra saiu da sala deixando um Jack furioso sozinho-
Jack : pois é minha querida Vanessa parece que o que está em cima da mesa é mais do que um simples jogo de sedução ... -suspira- é uma pena as coisas tenham de acabar assim entre nós, divertia-me imenso contigo, mas enfim ...


Zac : a Manuela vai pensar que o almoço esta horrível se chegar aqui e vir o teu prato cheio. -disse encarando Vanessa- ficar sem comer nao vai resolver o teu problema.

Vanessa : e ter-te constantemente e buzinar aos meus ouvidos também nao, deixa-me em paz! -pediu arrastando o prato para longe- eu quero ir para minha casa, agora!
Zac : eu nao te vou levar a casa e nem tão pouco te vou deixar sair de minha casa, faz o favor de te sentar e comer.
Vanessa : chega Zac! -gritou levantando-se- eu estou farta de ti, farta das tuas mudanças de atitude constantes e farta da tua mania de me dar ordens. -suspira- tu és como 20 pessoas dentro de um só corpo, isso cansa-me.
Zac : eu só te estou a pedir para comeres, nao é assim tão complicado.
Vanessa : nao Zac, tu nao me pediste só para comer, tu pediste-me para me afastar dos teus filhos, de ti, depois pedis-te desculpa e agora estas a pedir-me para comer. Sera que tu nao entendes? -
perguntou exasperada-
Zac : entender o quê Vanessa?
Vanessa : tu nao fazes ideia do que as tuas atitudes causam aos outros, pois nao?
Zac : Vanessa ...
Vanessa : naquele primeiro dia dentro naquela maldita esquadra tu fizeste-me sentir uma merda com todas as porcarias que me disses-te, depois beijaste-me e fizeste-me acreditar que talvez ainda houvesse esperanças, foste ate minha casa e levaste-me para a cama. Eu pensei que tivéssemos feito amor e para ti nao passou de uma simples foda, como se isso nao bastasse depois ainda voltaste a minha casa para me dizer que tudo tinha sido um erro quando tinhas a plena noção da maneira como me sentia em relação a ti.
Zac : desculpa ... -disse de cabeça baixa- a minha intenção nunca foi ...
Vanessa : agora estas aqui, a obrigar-me a ficar em tua casa sem nem sequer te dares ao trabalho de pensar no que isso faz comigo, eu estou farta Zac. Isto tem de acabar e tem de ser agora, tu vais ter de decidir, ou ficas comigo ou então esqueces que eu existo, completamente.
Zac : 

4 comentários:

• Paula disse...

Irrul...chegou a hora do Zac decidir o que ele quer da vida dele!
Amei amei amei o capítulo!
Só espero que a decisão dele seja positiva!
Posta logo
Bjos amorê

stephanie_95_7 disse...

Tou deserta para saber a decisao dele!
Espero que seja a mais certa
Posta rapido
Bjs

Juliana ³³ disse...

aaaaaaaaaaaaa flor !
continua desculpa pela falta de tempo pra comentar ,nem sempre eu consigo um tempo pra comentar ainda mais agora que o meu celular não deixa mais comentar porque ele "sequestra" as imagens ¬¬

Edyh_2013 disse...

Aiiiii ZAC para de enrolar a menina
Todas sabemos que vc quer ficar com ela então da para dizer isso logo??? Please???
Posta logo
Xoxo